terça-feira, 7 de agosto de 2012

Dizem que anjos não existem

Algumas pessoas dizem que anjos não existem, eu afirmo que existem sim e semprem se apresentam na minha vida de diversas formas, seja através do amigos que escolhi para compartilhar minha vida e algumas vezes de forma muito inusitada enviando mensagens até por redes socias. Sou muito grata ao Universo por cuidar tão bem de mim, me apresentando propostas e respostas quando chego as encruzilhas da vida.
Esse texto foi um presente do meu anjo hoje.

Se a despedida foi com um beijo breve na testa, um carinho afagado no braço e uma sonora exclamação de “te cuida”, você pode esperar que ele não vá mais dar as caras. É como se ele dissesse que você tem que levantar agora e cuidar de você mesma sozinha, porque ele não vai assumir essa responsabilidade para si mesmo. Não é nenhum problema com você, calma. O sexo foi ótimo, você tem um ótimo gosto para filmes e aquele debate sobre filosofias de vida foi inspirador. Nada do que reclamar quanto a você. É só que ele não achou motivos necessários para ficar por mais tempo e nem achou que você fosse precisar dele pra mais alguma coisa. Por isso o aviso do título.

Não pense que é uma promessa cuidadosa daquelas que os seus pais diziam antes de te deixar na porta da escola. Os sinais são bem claros para serem equivocados. O beijo na testa já representa o tal distanciamento físico que ele não quer falar. É meio que familiar e inofensivo. Quase que um sinal de respeito. E ele ainda afaga seu braço para então dizer “te cuida”. Não é como se você também precisasse dele para algo. Aposto que nesse exato momento você diz para as suas amigas que ele foi só um carinha que você conheceu numa festa num dia desses e que nem era tudo isso que você pensava. Você nem queria mesmo, não é? Mas, cá entre nós, bate aquela sensação frustrante de uma rejeição sem explicação nem porquês, aquela rejeição clichê que respeita os celulares desligados e possui um código de educação muito bem definido. É por isso que você ainda se pergunta por que ele disse isso no final.
E aquilo fica martelando na sua cabeça. Mas por quê? Ele era só mais um cara com quem você topou pela vida e não tinha nem indícios de que ficaria. Tudo bem, ele deu uma breve espetada no seu orgulho com isso de não dizer com todas as letras que iria embora, diferente dos outros. Os outros só somem de vez ou vão direto ao ponto do “não é você, sou eu”. E, por mais que você saiba que isso é uma grande mentira, você aceita o encerramento declarado. Mas ele não declarou nada. Ele só disse pra você se cuidar. Logo você que sempre achou que ia topar com um plebeu encantado em algum lugar do mundo que cuidasse de você por você mesma. Ou, se você for dessas independentes e com a cabeça no lugar, você só queria alguém que aturasse as suas TPMs e as suas crises de estresse; alguém pra trazer morango com leite condensado e alguém pra ser a concha na hora de dormir. Você queria aquela realização pessoal de ter em quem pensar quando tocasse a sua música preferida e alguém que te lembrasse de alguma cena engraçada ou romântica para contar pros outros como vocês se conheceram. Alguém que cuidasse de você. E, poxa, ele parecia ser tão bacana pra te rejeitar assim, sem nem dizer que ia embora…
Talvez ele achasse que você precisasse realmente de cuidados e de proteção. E daí ele se julgou meio incapaz de fazer isso porque ele não sabe nem se proteger. Talvez ele tenha ido com a sua cara e com os seus gostos e com a sua cara e com o seu rosto, mas só não era pra ele dessa vez. Talvez ele nem tenha gostado mesmo de você e resolveu ser gentil ao invés de dizer que ligaria no dia seguinte. Não tem por que ter raiva do rapaz que faz essas coisas. Ele realmente era diferente dos outros que você conheceu por aí. Ele expressou um carinho diferente na hora de se despedir e preferiu não preocupar você com o alerta de “até mais”. Até porque você nem queria estar com ele tanto assim, não é? Pois bem, agora espere alguns dias e veja que a raiva e o rapaz nem te incomodam mais. Se precisar de alguma ajuda, basta chamar. Outros rapazes vão achar que você precisa de cuidados de novo e alguns vão se oferecer para ficar. Mas, até lá, te cuida, viu?

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

O medo e a in- decisão

REFLEXÃO AOS INDECISOS (Jordan Campos)

O destino é uma questão de escolha. Leia de novo a frase... Entendeu? Largue de indecisão! Uma das coisas mais importantes e fundamentais da vida é entender a dimensão e importância das nossas escolhas, pois elas coordenarão todos os meios de nossa vida social, comportamental e até biológica. Porém costumamos adiar decisões e corromper nosso instinto maior por medo de perder. Perder o quê, nesta efêmera vida, pelo amor de Santa Gertrudes??? O medo palpita sempre a alma antes das maiores decisões de nossas vidas. Revoluções que geram evoluções. É a lei. Quanto mais difícil, mais mérito. Aí perguntamos: “Ir ou ficar?” “Dar o passo ou não?” “Arriscar ou não?” E por fim questionamos: E se der errado? Pronto: Colapsamos no que não controlamos e produzimos muitas vezes a paralisia de talvez conseguir tudo que nós queríamos. A incerteza então paralisa a nossa oração – e não sabemos o que pedir! Quer dizer: Saber sabemos, mas não sabemos se devemos! Que confusão... Vamos então, refletir:

A decisão é uma forma de rezar, de entregar ao universo o eterno “seja feita a vossa vontade”. Não há garantias em nada. Depositar a felicidade no outro é quebrar a cara em parcelas cruéis cobradas avidamente. Você tem que perder o medo de dar “errado”. Nada dá errado sempre, a vida é rara... E Amores não podem esperar o dia amanhecer. A dor de não decidir com certeza vai ser pior do que a de não ter tentado. Não tente ser feliz depositando isso totalmente na sua escolha, mas seja feliz pela sua escolha ter sido a sua verdade. Se fosse escolher entre alternativas as decisões seriam fáceis. Mas a decisão verdadeira pede que você formule as alternativas.
O escultor que pode dar a forma é unicamente você.

E agora, está mais pronto para decidir de vez? Você deve dizer: agora que quero decidir vou me reunir bastante para afinar a ideia. Nãooooooooo. As reuniões são indispensáveis quando não se quer decidir nada! O presente é o momento da escolha e da ação. Ruminar passado e sofrer antecipado pelo futuro enfraquece e corrompe o óbvio. E você vai encontrar mais uma desculpa para não fazer, e sofrer, e sofrer. Existem todas as possibilidades - a mais absoluta liberdade de escolha é sua, como em um livro, onde cada letra permanece para sempre na página, mas o que muda é a própria consciência que escolhe o que ler e o que deixar de lado. E entenda, se sua dúvida for por amor, anote na sua alma: No amor não existe má escolha. Você nunca vai errar por amor!!! Lembrei de Einstein que disse algo como: “Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor... Lembre-se: se escolher o mundo ficará sem o amor, mas se escolher o amor com ele você conquistará o mundo”.

A decisão é um “eu te amo e vamos lá” que pode tudo diante dum beijo e supera as inúmeras horas desbeijadas, os terríveis desabraços, os dolorosos desencaixes que os corpos ligados pelo céu sofreram longe do outro.
Na decisão nada começa de novo, mas muito muda. Nada volta, mas tudo vem.
Não tenha medo de se olhar no espelho e decidir pelo que está nesta sua cara safada. É nos momentos de decisão que o seu destino é traçado.
Pois o seu destino é uma questão de escolha.
Você decide agora.

Sempre escrevo movida por uma emoção causada por algo que estou vivênciando de forma prática ou por algo provocado principalmente por uma leitura. Mensagens me chegam todo o tempo, porém algumas marcam e me fazem refletir como se fosse feita para mim....sei não sou a única a vivenciar isso., porém só eu posso escrever sobre o que vai em minha cabeça e meu coração.

Indecisão é uma merda! Gostaria de ser muitas vezes como a imagem que fazem de mim. Retada, decidida, independente....realmente uma mulher que sabe o que quer e vai atrás do que lhe interessa.Mas não sou.....

Sou medrosa  insegura para caramba....e com isso muitas vezes indecisa. O que fazer agora?! " É nos momentos de decisão que o seu destino é traçado"

Não sei fazer joguinhos, acho que esse é o problema. Se gosto, gosto e pronto. Se tenho desejo tenho desejo....Não sou mais ou menos com os sentimentos. Sou tímida confesso, nem sempre consigo me expressar como gostaria, posso não deixar as coisas claras.

Mas qual a dificuldade de fazer um convite? É tão simples perguntar: Vamos ao cinema? Vamos ao teatro? Que tal tomar um vinho?  Simples né? Porque o medo?
Realmente muito simples mas dá um medo danado. Não vou perder a vida, nem uma parte do meu corpo, meu coração também não vai parar, ou seja o máximo que acontece é receber um NÃO.

Pois bem decido que farei jus a saia que visto e tomarei uma atitude, farei o que meu coração desejar, não racionalizarei demais tudo, preciso arriscar, vivenciar e farei isso

quarta-feira, 27 de junho de 2012

“Porque a vida segue.
Mas o que foi bonito fica com toda a força.
Mesmo que a gente tente apagar com outras coisas bonitas ou leves, certos momentos nem o tempo apaga.
E a gente lembra.
E já não dói mais.
Mas dá saudade.
Uma saudade que faz os olhos brilharem por alguns segundos e um sorriso escapar volta e meia, quando a cabeça insiste em trazer a tona, o que o coração vive tentando deixar pra trás
Caio Fernando Abreu

terça-feira, 22 de maio de 2012

O teatro

Segundo a Enciclopédia Britannica, a palavra teatro deriva do grego theaomai[1] (θεάομαι) - olhar com atenção, perceber, contemplar (1990, vol. 28:515). Theaomai não significa ver no sentido comum, mas sim ter uma experiência intensa, envolvente, meditativa, inquiridora, a fim de descobrir o significado mais profundo; uma cuidadosa e deliberada visão que interpreta seu objeto (Theological Dictionary of the New Testament vol.5:pg.315,706)
O teatro, mais do que ser um local público onde se vê, é o lugar condensado da vivência das ambiguidades e paradoxos, onde as coisas são tomadas em mais de um sentido. Robson Camargo assim o define (2005:1):
"O vocábulo grego Théatron (θέατρον) estabelece o lugar físico do espectador, "lugar onde se vai para ver" e onde, simultaneamente, acontece o drama como seu complemento visto, real e imaginário. Assim, o representado no palco é imaginado de outras formas pela plateia. Toda reflexão que tenha o drama como objeto precisa se apoiar numa tríade teatral: quem vê, o que se vê, e o imaginado. O teatro é um fenômeno que existe nos espaços do presente e do imaginário, nos tempos individuais e coletivos que se formam neste espaço" ("O Espetáculo do Melodrama")."



Iniciei uma experiência que com toda certeza será única na minha existência. Estou participando de um curso de teatro para iniciantes, estou encantada. Encantada com tudo, com as pessoas que estou conhecendo e suas histórias, encantada com as aulas e as possibilidades que cada exercício me proporciona.

Torço para que o dia da aula chegue, é maravilhoso poder se desconstruir, se permitir, fazer uma "brincadeira" algo sério e importante. Com toda certeza estou em um caminho que trará muitas descobertas e pretendo escrever um pouco sobre as minhas impressões e modificações aqui. Quero me livrar de algumas amarras e ser mais leve. Viver  personagens, não tenho o desejo de ser atriz mas quero sim fazer  melhor que puder, ultrapassar meus limites, desconstruir meus pré-conceitos me jogar de cabeça nessa arte mágica de ser eu mesma e ser um outro, expressar minhas emoções, aprender a fazer rir e chorar. Quero tanta coisa!
Como disse no post anterior minha vida é mágica, quando desejo alguma coisa de verdade, de coração elas se tornam realidade, acho que é o segredo...rsrs.

Nesse momento estou lendo A preparação do ator de Konstantin Stanislavski e estou maravilhada com as possibilidades de um teatro popular, realista e transformador. Estou muito feliz

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Atravessei

Caramba, atravessei. Cheguei a outra margem do rio, qual caminho percorrer agora? Dá um medo, um frio na barriga, o que acontecerá agora?
Não tenho respostas, apenas a certeza de estar no caminho certo. No caminho onde está meu coração, meus valores, minhas metas e as coisas que acredito verdadeiramente.
Fico impressionada como algumas coisas que desejo verdadeiramente terminam por acontecer, queria encerrar este ciclo antes do meu aniversário, não queria ao completar 36 anos continuar no mesmo lugar profissional e no dia 15/05 ( dia do assistente social) saiu a portaria com a minha demissão e no dia 16/05- meu aniversário fui assiná-la. Agradeço a essa energia maior que chamo de Deus e a espiritualidade que me acompanha em todos os momentos por tudo, por terem me dado a coragem necessária para esse passo.
Estou com medo do desconhecido mas muito feliz.

 
SER AUTÊNTICO NA VIDA às vezes envolve dizer o que ninguém
espera escutar.
Existe uma história que ilustra bem essa questão. Pediu-se a
alguns estudantes que elegessem as Sete Maravilhas do mundo
atual. Enquanto os votos eram apurados, a professora percebeu
... que uma jovem calada ainda não havia mostrado o que escrevera
e por isso perguntou se ela estava com problemas para completar
a lista.
– Estou – respondeu. – Não consigo me decidir. São tantas!
– Bem, então leia o que já escreveu e talvez possamos ajudá-la
– disse a professora.
A menina hesitou antes de responder:
– Acho que as Sete Maravilhas do mundo são: ver, ouvir, tocar,
provar, sentir, rir e amar.
A sala de aula fi cou em silêncio. A verdade é que nunca pensamos
nessas coisas tão simples e corriqueiras como as maravilhas
que verdadeiramente são.

Livro : Nietzsche para estressados
Autor : Allan Percy

domingo, 6 de maio de 2012

..............

Não me dêem fórmulas certas, por que eu não espero acertar sempre.
Não me mostrem o que esperam de mim, por que vou seguir meu coração.
Não me façam ser quem não sou.
Não me convidem a ser igual, por que sinceramente sou diferente.
Não sei amar pela metade.
Não sei viver de mentira.
Não sei voar de pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra sempre.

Gosto dos venenos mais lentos,
Das bebidas mais amargas
Das drogas mais poderosas,
Das idéias mais insanas,
Dos pensamentos mais complexos,
Dos sentimentos mais fortes…
Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Você pode até me empurrar de um penhasco que eu vou dizer:
- E daí? Eu adoro voar!
Clarice Lispector




Continuo fazendo a  travessia, ainda não cheguei a outra margem, mas está bem perto. O mais difícil é entrar na água e dar o primeiro passo, agora que já visualizo a outra margem tenho certeza de que tudo dará certo.

Trago em meu coração o alivia e a paz. A certeza de que ideias são para ser vividos e não apenas desejados. A vida é para ser vivida na sua intensidade e pretendo nunca deixar meus ideais para traz.
Estou feliz e confiante é como tirar aquela calça jeans super apertada que não nos deixa respirar. Que alivio!

É muito difícil descrever o que sinto nesse momento, mas inúmeras perspetivas se abrem a minha frente e preciso traçar o caminho com calma.

Engraçado que como todo começo de ano algumas metas são traçadas, e esse tudo indica que irei cumprir as minhas e como fiquei feliz por cumprir as metas dos 35 anos.

Não sou superticiosa mas os múltiplos de 07 sempre trazem mudanças importantes na minha vida. Pode ser maluquice mas muitas coisas acontecem com esse número.

Hoje minhas idéias estão meio doidas.

Logo mais escreverei sobre minhas primeiras experiencias no curso de teatro

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Travessia I parte


"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.." Fernando Pessoa



Após alguns meses de reflexão, ponderação e medo acabo de dar o primeiro passo para realizar uma das travessias necessárias, o desconhecido assusta e estimula ao mesmo tempo. A necessidade de conciliar o pensar, sentir e agir falou mais alto que a segurança.

Tenho a certeza de que estou fazendo o certo, mas não é fácil fazer o certo e aquilo que o seu coração manda. Como integrante do proletariado vendo minha força de trabalho em troca de salário, mas não posso vender meus direitos e o meu ideal de um mundo justo. E se realmente desejo relações justas tenho que lutar por elas.

Com certeza 11 anos não são 11 dias, muitos laços foram feitos e esses levarei comigo onde estiver, muitas trocas foram realizadas, conhecimento construído e a certeza de que efetivamente contribuí.

Sentirei falta da convivencia cotidiana com meus colegas e amigos Cristiano Nascimento, Nádia Ivelise e Jean Rocha. De cada um terei sempre uma lembrança especial. Cristiano sua criticidade aguçada e os ouvidos para sempre contribuir com as minhas maluquices e o seu olhar de reprovação quando estas estavam demais. Nádia com seu espirito jovem e tonturas que muitas vezes me deixou tonta, um jeito sério e um coração grandioso sempre pronta  a escutar e dividir a sua experiência. Jean e seus comentários de Nelson Mota na hora do almoço. Outros como Giovana com quem compartilhei a paixão pelo trabalho quando este traz um ganho que salário nenhum paga, a sua ingenuidade e cabeça dura. Davi com seu sorriso e compromisso com o que fazia, Jorge com o seu jeito “justo” de ser. Foram muitas risadas, muitos stresses e vontade de apertar o pescoço de vcs algumas vezes, mas como sempre digo: O bom da vontade é que ela dá e passa. Rsrsrs  Com certeza sentirei muita saudade. Acho que foi por isso que ontem ao escutar o Bolero de Ravel senti uma saudade que não sabio do que era, agora já sei.

Agradeço imensamente aos gestores e integrantes das instutuições sociais  com os quais pude aprender  e vivenciar processos de lutas coletivas, dedicação, dificuldades e concretização de sonhos esse sentimento estará sempre comigo onde quer que eu vá.

As minhas meninas da Rede Recostura o meu muito obrigado por terem partilhado comig o sonho de um mundo mais justo e solidário, as palavras de carinho, as conversas e os sorrisos durante nossos encontros alimentaram minha alma e me deram muitas vezes força para não desistir.

Após 11 anos, entro na adolescencia e como todos adolescente preciso ir atrás de novas conquistas, novos desafios, as roupas estão apertadas e os caminhos conhecidos e levando sempre aos mesmos lugares. Lembrei-me agora do Antonie de Sait Exupery ” A gente só conhece bem as coisas que cativou - disse a raposa.
- Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma.
Compram tudo já pronto nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos,
os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me e Carlos Castañeda “Qualquer caminho é apenas um caminho  e não constitui insulto algum - para si mesmo ou para os outros - abandoná-lo quando assim ordena o SEU coração.

Olhe cada caminho com cuidado e atenção.
Tente-o tantas vezes quantas julgar necessárias.
Então, faça a si mesmo e apenas a si mesmo uma pergunta:

possui esse caminho um coração?

terça-feira, 10 de abril de 2012

Acabei de ler esse post no http://www.casalsemvergonha.com.br/2012/04/10/porque-toda-mulher-goza-primeiramente-pela-mente/ e não podia deixar de registrar.

Poucas vezes li algo que traduzisse de forma tão simples, clara, objetiva e sensível o que procuro e desejo de um homem. Simplismente perfeito e para não correr o risco de perde-lo segue a transcrição:

Porque toda mulher goza, primeiramente, pela mente

 
 
O sexo para a mulher, começa muito antes da cama e termina muito depois dela. Apesar de alguns homens estarem conscientes desse fato, poucos realmente o levam a sério. Mal sabem quantas oportunidades estão desperdiçando. Sempre conto esse segredo para os homens que atendo no meu consultório, inclusive me apoiando em depoimentos preciosos dados por mulheres com quem já conversei, como os abaixo:
“Não foi o tamanho do pau dele que me impressionou, mas a maneira como de manhã ele tratou aquela senhora que mal conseguia atravessar a rua. Sua delicadeza me deixou super-excitada.”
”Ele se esforçou como um guerreiro, até broxou, mas foi a dignidade de olhar nos meus olhos e dizer que estava ansioso por me deixar molhada que me cativou para ter mais sexo com ele.”
”Quando ele colocou gentilmente minha cabeça sobre o braço dele sem me fazer correr dali como uma vagabunda eu soube que ele seria o pai dos meus filhos. E foi.”
Não quero dizer que os corpos, as línguas, os toques e a força não contam para impressionar, mas a qualidade determinante está muito longe dos lençóis. A mulher goza, primeiramente, pela mente. É pela personalidade dele que elas se apaixonam. Pintos existem muitos, mas pessoas incomuns são raras. Ela até pode querer saborear uma foda incrível com um cara patético, mas entre essa rapidinha e o caráter de um aprendiz, ela prefere trabalhar em cima do valor que o principiante tem. E esse pequeno fator que faz a mente de uma mulher gozar é negligenciado pela maioria dos homens.
A mulher transa com uma narrativa que vai sendo tecida para além do desejo sexual – ela não é fisgada pela potência genital do homem, mas pela sua capacidade de penetrar o mundo. Não é da broxada, da falência e do erro que ela foge, mas dá incapacidade de reagir, retomar e se soerguer. A possibilidade de poder viver uma jornada ao lado de um homem incrível, a excita mais do que bombadas dadas por um cara de pinto grande. É por isso que, na maioria das vezes em que uma mulher recusa o sexo, ela está procurando o algo mais naquele homem. É um desafio para que ele tire a venda que está em seu coração e a penetre com o corpo todo, não só com o penis.
Ela se aborrece não pela ejaculação precoce, mas pelos olhos desconcentrados e a preocupação em parecer poderoso só para si mesmo. Ela fica seca com o egoísmo que a desconsidera como parte essencial do prazer do casal. Ela esfria quando ele tenta romper a meia luz envergonhada, por conta de uma dobrinha a mais, só para ver pornograficamente tudo as claras. Ela broxa se a mão dele está desatentamente gelada na hora do toque ou se ele nem se deu ao trabalho de aparar as unhas para masturbá-la. Não é com o tapa da bunda que ela se ofende, mas com a cegueira emocional de um homem tão autocentrado que nem a si mesmo enxerga. Degustar cada espaço, reparar no detalhe comum da dobra atrás do joelho, brincar com a água que espirra debaixo do chuveiro são êxtases silenciosos e superficialmente não sexuais. Para um olhar condicionado é apenas um ato comum.
O que esfria a mulher é quando a cama é só cama, de madeira, molas, espuma, genitais e movimento. O que a incendeia, ainda que ela diga que também gosta de sexo impessoal, é perceber pelo brilho nos olhos dele, que ele a enxergou por trás da bunda grande ou das coxas torneadas.

terça-feira, 3 de abril de 2012

Fazendo a travessia e encerrando ciclos

Esses dois pensamentos de Fernando Pessoa não me largam a alguns meses.

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.."

"Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida.Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é. Torna-te uma pessoa melhor e assegura-te de que sabes bem quem és tu próprio, antes de conheceres alguém e de esperares que ele veja quem tu és..E lembra-te :

 Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão”

 


Chegou o momento de fazer a travessia e encerrar um ciclo. Nossa quantos medos! Como é difícil deixar uma zona de conforto mesmo que ela não esteja mais te fazendo feliz. Foram 11 anos, muito aprendizado, muita colaboração, algumas frustrações, crescimento amadurecimento, mas sinto que chegou o fim. Não estou feliz com isso, não sei o que me espera do outro lado, não sei se a roupa me servirá ou se ficarei  nua por algum tempo, mas preciso atravessar, preciso bater essa porta, ouvir uma nova música e me tansformar mais uma vez. Preciso ir para o casulo e me transformar.
Não sei se é a crise da idade, mas sei que esse é um ano especial. Sinto isso e algumas decisões precisam ser tomadas nele.
Não tenho problema com a rotina, acho que ela é necessária, mas preciso de paixão e respeito para produzir. A paixão está no fim, não é alimentada e o respito terminou no momento em que meus direitos estão sendo violados ( literalmente direitos referentes a cumprimento de lei)

Peço a Deus e a espiritualidade que me guiem  e iluminem nesse momento para que eu faça o melhor.

segunda-feira, 19 de março de 2012

Para você que me perdeu


Oi, tudo bom?

Passei a semana inteira pensando se deveria ou não retomar esse assunto e decidi que valeria a pena.

Conhecer vc foi super legal, aquele dia no XXXXXX foi incrível, uma energia super boa e uma atração quase irresistível.  

Pensei: Nossa que cara legal, bonito, interessante...   acho que vale a pena conhecer mais, parece ser diferente da maioria dos carinhas. Ficamos juntos , foram super legais os encontros do “corujão”, a pesar de achar que era a opção do final da festa  deixei , estava perto do carnaval, estávamos de férias, então nada de preocupações com horário e besteiras o que eu realmente queria era ver vc e valeu a pena. Só estou falando isso para chegar a nosso último encontro.

Sei que não sou a mulher mais bonita, gostosa ou boa de cama do mundo, mas sei que tenho inúmeras qualidades. Não estou no mundo passeando, estou vivendo com todas as minhas aspirações e limitações. Sempre que posso e consigo procuro ver o bom e o belo das pessoas, das situações  e das coisas. Como o nascer e o pôr do sol, uma bela musica ou poesia, um bom vinho e os amores mesmo que “sejam eternos enquanto durem”, uma mesa de bar  com meus amigos para divagar sobre as questões existenciais ou falar besteiras e rir até as bochechas doerem.

Vc não tem idéia do quanto fiquei perplexa e magoada ao ouvir de vc: ..... ( prefiro não repetir aqui o que aconteceu)

Isso é o tipo de coisa que não se diz para mulher nenhuma!( Fica a dica)

Naquele momento eu pensei: Estou louca! E só consegui lhe dizer: Quer ficar, fique! Eu não sou tão moderna assim.

Fiquei pensando tanta coisa....será que falei alguma coisa....será que demonstrei algo errado. Milhões de perguntas pairaram minha imaginação essa semana.

Só quero que saiba que disponibilizei para vc  parte das coisas mais preciosas que tenho nessa vida meus sentimentos e meu corpo, mas infelizmente não foi o suficiente.

Não estou com raiva, só estou triste, talvez mais comigo do que com vc.

Triste por não ter lhe perguntado se vc realmente era um cara diferente, se saberia me valorizar enquanto mulher e ser humano.

Não sou nenhuma santinha ingênua que foi enganada pelo cara malvado e insensível, não é nada disso. Pelo contrário tenho certeza que vc é um cara gente boa, sensível, responsável, mas eu não tive a chance de conhecer  esse lado.

Não estou com raiva, como disse antes estou triste e gostaria muito de entender o que aconteceu.

Sinta-se a vontade para responder ou não se assim mandar o seu coração. Por favor só me confirme o recebimento deste e-mail

De nada adiantaria falar sobre isso para qualquer pessoa que não fosse vc, por isso o fiz e me sinto aliviada.

Pense nisso

sexta-feira, 16 de março de 2012

Cecilia Meireles

Pensamento do dia e verdade para levar para a vida toda:

"Não deixe portas entreabertas. Escancare-as ou bata-as de vez. Pelos vãos, brechas e fendas passam apenas semiventos, meias verdades e muita insensatez. (Cecília Meireles)"

segunda-feira, 12 de março de 2012

Somos todo caçadores de Pipa

Acabei de ler esse texto que me emocionou e falou a minha alma. Ele é tão lindo e poético que não poderia deixar de registrá-lo.

A grande maioria das pessoas já empinou uma pipa na vida. Naquele domingo de sol, com um monte de crianças da sua idade correndo extasiadas pelo parque, seu pai te permitia escolher a pipa que você quisesse, da cor, jeito, formato, leveza que mais se identificasse com você, e então a comprava. E você saia correndo com ela pelos gramados ainda sem saber bem o que fazer e como fazer aquilo que parecia tão fácil aos olhos dos outros. Até que alguém vinha, amarrava a linha no seu dedinho delicadamente e te ensinava como um objeto de papel poderia flutuar no céu.
Aí a gente cresce. Cresce, estuda, trabalha, viaja e começa a empinar pipas pelo mundo afora, como se ainda tivéssemos 10 anos e um banco da praça nos esperando quando o jogo ficasse enfadonho. Um jogo de ganhar e perder que não se aprende com tanta facilidade.
Amar hoje em dia é como empinar uma pipa. Por vezes se afrouxa a linha, por vezes a esticamos ainda mais pra analisar o quão longe ela consegue chegar. Mas sempre com a certeza que a pontinha desgastada da linha ainda se prende ao indicador da mão direita com a mesma força de quando era uma linha nova, recém comprada na papelaria. Ás vezes uma rajada de vento mais brusca ou uma corrente de ar mais abrupta abala o equilíbrio do movimento conseguido com tanto esforço. A pipa sobe, desce, faz que vai cair, faz que vai voar pra longe, perde o rumo, a direção, o norteio do balanço…perde a sustentação. E o que de fato acontece, é que nós, pequenas e inocentes crianças, com a sede e o alvoroço de continuar na brincadeira, com a teimosia de um garoto (a) que não sabe perder, fazemos esforços inimagináveis para manter o brinquedo no ar. Corremos daqui, dali, acolá. Amarramos um nó tão apertado no dedo, por medo do brinquedo se soltar e sumir no mundo, que chega a doer, a machucar, a ferir o dedo, o ego, a alma juvenil que no fundo tem mais gosto pela brincadeira, que pelo brinquedo.


O resultado é um só: dedinhos esmagados, cheios de edemas e muito machucados. Não passamos de ingênuos e inexperientes caçadores de pipas. Grandes e tolos caçadores de amores. Seja por carência, por baixa estima, por cicatrizes ainda não curadas, aceitamos entrar numa brincadeira, num jogo de estica e puxa cujo único fim possível é a solidão. Nenhuma pipa se mantém nos céus infinitamente. Quando a brisa diminui, quando o calor dos corpos se abranda, quando chove, quando as lágrimas começam a não serem contidas, a pipa cai no chão e a eufórica brincadeira só consegue recomeçar quando o tempo estiver claro e ensolarado de novo, ou no instante em que a gente se depara com uma pipa nova dando sopa por ai. Caso contrário, o pedaço de papel que já apresentou tanta vida um dia, perde todas as cores e se torna apenas um emaranhado de fios, cores e dores no meio da paisagem inerte.
Mais importante do que saber como e quando iniciar a brincadeira é saber a hora de parar. O momento de respeitar sua exaustão, de esperar um céu mais límpido e uma brisa mais favorável. É preciso se permitir por vezes uma estiagem para que a primavera possa florescer de novo.
Não acho que a gente precise parar de brincar. Contudo, o jogo deve ser saudável e prazeroso para o criador e a criatura. Se a pipa tão almejada alçar vôos maiores do que você consegue acompanhar, a deixe ir. Se a linha apertar demais, desate os nós e afrouxe as voltas. Se mesmo com tantas tentativas o vôo não se sustentar, aguarde um corredor de vento mais propício. Se o universo colaborar e a pipa se mantiver no ar, aproveite como se não houvesse amanhã. Se nada disso acontecer…o banco da praça, aquele da infância, talvez ainda esteja lá para servir de amparo, aconchego e ombro. E como dizia um grande escritor da literatura brasileira: o que tem que ser, tem MUITA força!
O mundo gira e mais dia, menos dia, o universo traz pra você a pipa que você tanto esperava. Aquela que se sustenta sozinha, sem nós ou amarras e que nunca voa pra longe a menos que a brisa leve ambos, “brincante” e brinquedo, para a mesma direção…”

Danielle Daian em http://www.casalsemvergonha.com.br/2012/02/24/somos-todos-cacadores-de-pipas/

terça-feira, 6 de março de 2012

O que seria da vida sem música?

A minha não sei, a música me acompanha desde o momento em que acordo até a hora de dormir. Está presente em todos os momentos e junto com o olfato me traz recordações desde a infância. Mesmo no silêncio quantas vezes me vejo cantando em pensamento. Sempre existe uma que consegue traduzir o que estou sentindo, e quando a descubro ouço muitas e muitas vezes. A música é capaz de nos transportar, aliviar o coração e trazer alegria.

Estava procurando uma forma de escrever meus sentimentos nesses últimos dias e derrepente vem ela trazendo toda a clareza para o meu coração e aliviando minha alma como num passe de mágica.

E alguns trechos mais significativos hoje estão em negrito

Não Chore, Homem

Você me dá muito pouco
E eu vou embora
O que você me deu
Vou jogar fora
O que presta pra mim
É afeição
Eu vou tentar ser bem mais competente
Na escolha da próxima paixão

Meu bem
Próxima paixão, meu bem
Próxima paixão, meu bem
Próxima
Próxima
Próxima
Eu quero alguém bem melhor
E mais bonito
Alguém que nem você eu não preciso O resultado disso é solidão
Eu vou tentar ser bem mais competente
Na escolha da próxima paixão
Meu bem
Próxima paixão, meu bem
Próxima paixão, meu bem
Próxima
Próxima
Próxima
Não chore homem...
Mas as coisas não são assim
Não é vovó?
São coisas que a gente não escolhe nunca
As coisas do coração
Não é vovó?
Elas são como são ou a gente muda?

Amanhã eu não quero confundir
Atração sexual com ilusões de amor puro

Não chore homem...
 
Composição: Vanessa da Mata
 
Nossa como estou aliviada. A música é mágica
 

sexta-feira, 2 de março de 2012

Malemolência Céu

video


Veio até mim
Quem deixou
Me olhar assim
Não pediu
Minha permissão
Não pude evitar
Tirou meu ar
Fiquei sem chão...
Menino bonito
Menino bonito, ai!
Ai menino bonito
Menino bonito, ai!...(2x)
É tudo o que eu posso
Lhe adiantar
O que é um beijo
Se eu posso ter o teu olhar?
Cai na dança, cai!
Vem prá roda
Da Malemolência...
Menino bonito
Menino bonito, ai!
Ai menino bonito
Menino bonito, ai!...(2x)
É tudo que eu posso
Lhe adiantar
O que é um beijo
Se eu posso ter o teu olhar?
Cai na dança, cai
Vem prá roda
Da Malemolência...
Menino bonito
Menino bonito, ai!
Ai menino bonito
Menino bonito, ai!
Composição: Alec Haiat / Céu

Que coisa louca é essa que estamos fazendo com os nossos sentimentos



Hoje pensei em escrever sobre dois assuntos que estão me fazendo refletir já a algum tempo. Mas acho que apenas um vai rolar.
Que coisa louca é essa que estamos fazendo com os  sentimentos?
Por que achamos que não devemos demonstrar o que estamos sentindo? Sentimentos não foram feitos para ser guardados. Se eu gosto, preciso demonstrar que gosto, não apenas para ouvir, eu também, mas para que o outro saiba o lugar que ocupa na minha vida. Ficamos cheios de dedos. Se disser que gosto o outro vai zombar ou abusar de mim!
Isso realmente pode até acontecer... mas não é problema meu.
Com excessão do amor de mãe, pai, irmão e restritos membros da família tememos em demonstrar amor.
Sentimentos como amor, saudade, carinho,  desejo, respeito,raiva... não são moedas de troca, são sentimentos e precisam ser externalizados
Precisamos parar de racionalizar nossos sentimentos e apenas senti-los com toda a sua intensidade.
Se estou com saudade de você, direi
Se sinto sua falta, direi
Se te amo, demonstrarei
Se desejo chorar, chorarei até minha alma ficar aliviada
Se estou chateada ou com raiva, não fingirei que nada aconteceu
Se estou triste, não escondo
Se a sua chegada me faz feliz, sorrirei
Será que existe tempo ou hora certa para eu dizer que gosto de você? E se você morrer e eu nunca mais lhe ver? O que farei com esse sentimento que era par você?
Quero pedir colo, dizer que estou carente, mandar mensagem sempre que sentir vontade, dizer eu te amo, você é importante para mim, adorei a noite de ontem, gosto do seu sorriso, quero você sempre comigo........e isso tudo não é sinonimo de compromisso eterno com você, mas comigo, meu projeto de vida e de felicidade.
A minha vida não é um jogo onde terei que analisar estratégicamente a última jogada do adversário para estabelecer meu próximo passo. A minha vida é feita de amor, muitas vezes pago caro por isso, mas nunca me arrenpendi por ter amado, por ter tentado...
Vamos exercitar a sinceridade!
Sejamos felizes!


Amo amar vocês!


Beijo



segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Um café e um amor...Quentes por favor!


O ano realmente começou. A cidade voltou ao normal, peguei um transito daqueles para chegar ao trabalho, mas tudo bem acordei feliz.
Feliz por estar viva, ter uma família, amigos, emprego, saúde. Feliz por ser quem eu sou, cheia de defeitos e qualidades, chata, amiga, sensível, dura, amorosa, insegura, persistente....



“Um café e um amor… Quentes, por favor!
Sem excessos de doçura ou amargura.
Forte
Doce…
Que ambos façam meu coração acelerar.
Que me mantenham vivo.
...
Um café e um amor… Quentes, por favor!
E que de nenhum deles eu sofra de vício,
Mas que de ambos,
Eu possa me dar ao luxo do hábito.

Um café e um amor… Quentes por favor!
Pra ter calma nos dias frios.
Pra dar colo
Quando as coisas estiverem por um fio.

E que eles nunca tenham gosto de ontem
Nem anseiem pelo amanhã
Que me façam feliz nesse agora,
Que me abracem pela manhã.

Amargos, suaves
Intensos, sutis
Saborosos!
E quentes.

Um café e um amor… Quente por favor!”

(Caio Fernado Abreu)

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

100 links para clicar antes de morrer



100 links para clicar antes de morrer, tomara que eu consiga.

Encontrei essa informação aqui na net e não podia deixar de registrá-l. Fiz uma edição pois nem todos os assuntos são do meu interesse

Toda a obra de Wolfgang Amadeus Mozart para download
O site www.mozart-weltweit.com disponibilizou para download legal e para audição on-line, toda a obra do compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart, composta por cerca de 700 peças, totalizando mais de 180 horas de música. Mozart foi o mais importante e prolífico compositor do período clássico. Suas obras são referenciais na música sinfônica, concertante, operística, coral, pianística e de câmara. Mozart compôs o primeiro concerto aos 11 anos de idade e o último em 1791, ano de sua morte, aos 35 anos. Entre suas obras estão 41 sinfonias; 19 missas (incluindo o Requiem); 27 concertos para piano; concertos para trompas, flauta, oboé, clarineta, fagote e harpa, 12 árias de concerto; 13 serenatas; 50 canções para voz e piano e 24 óperas, com destaque para “A Flauta Mágica” “Idomeneo”, “Don Giovanni” “O Rapto do Serralho” “Cosi Fan Tutte” e “As Bodas de Fígaro”. Para fazer o Download basta clicar sobre a opção desejada, com o botão direto do mouse pressionado, e mandar salvar. Para acessar: http://bit.ly/YzFvN Endereço alternativo: http://bit.ly/8kjcde

1001 álbuns para ouvir antes de morrer
O “1001 Álbuns” é um projeto audacioso. Seus criadores disponibilizaram 1001 álbuns de música para se ouvir on-line. Os discos do projeto são os mesmos do livro “1001 Discos Para Ouvir Antes de Morrer”. A seleção foi feita por 90 jornalistas e críticos, em 2006, e abrange a história da música de 1955 a 2005, de Frank Sinatra a Arcade Fire. Para acessar: http://bit.ly/5oluqk

As 100 maiores canções de jazz da história (com vídeo e áudio incorporados)
Os sites Jazz24 e NPR Música fizeram uma enquete mundial para eleger as 100 melhores canções de jazz em todos os tempos. 1500 canções foram citadas por cerca de 10 mil participantes. No topo da lista aparece “Take Five”, composição escrita por Paul Desmond e apresentada pelo The Dave Brubeck Quartet, no álbum “Time Out”, de 1959. “Take Five” foi o primeiro single de jazz da história a vender 1 milhão de cópias. O segundo lugar da lista ficou com “So What”, de Miles Davis, gravada no álbum “Kind of Blue”, também de 1959. Em terceiro lugar aparece “Take The a Train”, composta por Billy Strayhorn e gravada por Duke Ellington, no álbum “Uptown”, de 1952. John Coltrane é o músico que aparece mais vezes, com oito canções. A lista traz ainda uma galeria de lendas como Dizzy Gillespie, Louis Armstrong, Chet Baker, Ella Fitzgerald, Stan Getz, Benny Goodman, Oliver Nelson, Herbie Hancock, Coleman Hawkins, Bill Evans, Ahmad Jamal, Glenn Miller, Ray Charles, Charlie Parker, Errol Garner, Billie Holiday, Thelonious Monk e Nina Simone. Para acessar os vídeos: http://bit.ly/lSDqTi Para acessar o áudio: http://tny.gs/lm3vil Para acessar apenas o resultado: http://bit.ly/hqlB76

A melhor rádio on-line do mundo
A Accu Jazz é considerada a maior e melhor rádio de jazz on-line do mundo. São mais de 50 canais divididos em dezenas de categorias como estilo, instrumento, compositor, região e período. Faça um passeio pela história do jazz, do Dixieland da década de 1910, passando pelas Big Bands dos anos 30, pelo Bebop dos anos 40, pelo Jazz latino das décadas de 50 e 60, pelo Fusion das décadas de 70 e 80 até os ritmos jazzísticos dos dias atuais. Para ouvir gratuitamente: http://www.accujazz.com

Um clássico do Rádio brasileiro
A Rádio Difusora de Camanducaia foi um clássico do rádio no Brasil, criada pelo radialista Odayr Batista, na década de 1970. O personagem principal era um locutor poeta, de voz empostada, chamado Alberto Jr. O projeto fez parte da grade de programação das principais rádios brasileiras, como Globo, Bandeirantes e Jovem Pan. Em 2005, depois de anos fora do ar, o projeto foi reativado na internet. Para ouvir e reviver a lendária Rádio e o famoso bordão: “falando para a cidade e cochichando para o interior”, basta clicar nos estabelecimentos comerciais e esperar alguns segundos. Para acessar: http://www.radiocamanducaia.com.br

A música do dia em que você nasceu
Qual era a música que estava no topo das rádios no dia em que você nasceu? O site This Day In Music responde essa pergunta. Você pode consultar a data nas paradas musicais australiana, inglesa e americana, entre 1946 e os dias atuais. Algumas músicas estão disponíveis para ouvir on-line. Para acessar: http://bit.ly/gtTf

Busque pessoas por afinidades musicais
O site Tastebuds é uma espécie de rede social que lista pessoas por suas afinidades musicais. O principal mandamento do site é: “você é o que você ouve”. Muito simples de usar e sem necessidade de cadastro, basta digitar o mínimo de três artistas ou bandas favoritas, seu país e começar a compartilhar suas preferências musicais. Os resultados podem ser filtrados por cidade, país, idade e sexo. O site é integrado ao last.fm e permite que os usuários migrem seu conteúdo. Para acessar: http://bit.ly/9aBTJS

100 discos fundamentais da MPB
A lista foi organizada pelo professor, escritor e pesquisador musical Luiz Américo Lisboa Junior e compreende o período de 1955 a 1999. O levantamento traz desde clássicos do passado como Herivelto Martins, Sílvio Caldas e Lamartine Babo, passando por músicos inovadores como João Gilberto, Baden Powell e Mutantes, até nomes recentes como Marisa Monte. Embora os 100 discos não tenham sido hierarquizados, o levantamento traz uma resenha individual de cada um deles. Para acessar: http://bit.ly/dbleXq

O maior acervo de vídeos de jazz da internet
O Jazz Music Tube é o maior acervo de vídeos clássicos de jazz da internet. Os vídeos são listados por estilo, pelo nome do artista, ou podem ser pesquisados pela busca do site. Um passeio pela história do jazz de 1920 a 2010, de Earl Hines a colagens jazzísticas dos anos 2000. Cerca de 10 mil vídeos estão disponíveis. Destaque para os 100 melhores vídeos de jazz de todos os tempos. Para acessar: http://bit.ly/ellBDg

Os grandes mestres da música clássica para download legal
O Wikipedia:Sound/list é maior diretório on-line gratuito de música clássica da internet. As obras, de centenas de compositores, estão disponíveis para audição on-line ou para download legal. Para ouvir, basta clicar no player disponível em cada um dos temas. Para fazer o download, é preciso clicar no nome da obra, mandar salvar e depois utilizar o http://www.online-convert.com para converter para o formato Mp3. Para cessar: http://bit.ly/HRRJB

As 100 melhores canções de rock de todos os tempos
O site de compartilhamento de músicas on-line Grooveshark disponibilizou uma playlist com as 100 melhores canções de rock de todos os tempos. A lista, que compreende o período de 1955 a 1986, traz desde os célebres Buddy Holly, Chuck Berry, Jerry Lee Lewis, Jimi Hendrix e Beatles, até clássicos contemporâneos como Aerosmith e Nirvana. A lista disponibilizada pelo Grooveshark é uma compilação de 20 listas especializadas. Em 2010, a AOL Music também fez uma lista com as 100 melhores canções de rock de todos os tempos. Diferentemente da lista compilada pelo Grooveshark, a lista da AOL foi baseada na avaliação de cerca de 200 mil ouvintes, entre 2005 e 2010. Na lista do Grooveshark, “(I Can’t Get No) Satisfaction”, da banda britânica Rolling Stones, aparece na primeira posição. Na lista da AOL Music, “Stairway to Heaven”, dos também britânicos Led Zeppelin, é que tem o posto de primeiro lugar. Além de The Rolling Stones e Led Zeppelin; Pink Floyd e Beatles são as bandas que mais vezes aparecem em ambas as listas. Lista do Grooveshark: http://tny.gs/nfrBa0 — Lista da AOL Music: http://aol.it/a08mvY

A obra completa de Machado de Assis para download
Uma parceria entre o portal Domínio Público e o Núcleo de Pesquisa em Informática, Literatura e Linguística, da Universidade Federal de Santa Catarina, sistematizou, revisou e disponibilizou on-line a Coleção Digital Machado de Assis, reunindo a obra completa do autor para download. Além dos romances, “Ressurreição” (1872), “A Mão e a Luva” (1874), “Helena” (1876), “Iaiá Garcia” (1878), “Memórias Póstumas de Brás Cubas” (1881), “Casa Velha” (1885), “Quincas Borba” (1891), “Dom Casmurro” (1899), “Esaú e Jacó” (1904) e “Memorial de Aires” (1908), a coleção engloba sua obra em conto, poesia, crônica, teatro, crítica e tradução. O projeto, que foi criado em 2008, também disponibiliza teses, dissertações e estudos críticos, e traz um vídeo sobre a vida do autor e sobre o contexto histórico em que ele viveu. Para acessar: http://machado.mec.gov.br

1 milhão de livros para download
Open Library é um projeto sem fins lucrativos do Internet Archive e da Fundação Austin. O projeto consiste na disponibilização crescente de milhares de livros para download legal ou leitura on-line. Atualmente são 1 milhão exemplares e, embora a língua predominante seja a inglesa, podem ser encontrados livros em cerca de 40 idiomas. Também faz parte do acervo preciosidades históricas dos séculos 15, 16, 17 e 18. Para acessar: http://bit.ly/cPvcIT

Os 100 maiores livros não ficcionais
O suplemento “Livros”, do jornal inglês “The Guardian”, publicou uma lista dos 100 maiores livros não ficcionais já escritos. A lista, que gerou uma grande polêmica, foi dividida em 17 categorias: arte, biografia, cultura, meio ambiente, história, jornalismo, literatura, matemática, memórias, mente, música, filosofia, política, religião, ciências, sociedade e viagens. Livros das últimas décadas como “Notícia de um Sequestro”, de Gabriel García Márquez, “Pós-Guerra”, de Tony Judt, “Os Anéis de Saturno”, de W.G. Sebald, “Uma Breve História do Tempo”, de Stephen Hawking, dividem a lista com clássicos literários dos últimos séculos como “As Histórias”, de Heródoto, “Assim falou Zaratustra”, de Friedrich Nietzsche, “Os Ensaios” de Michel de Montaigne “Confissões”, de Jean-Jacques Rousseau e “Elogio da Loucura”, de Erasmo. O site do jornal também disponibilizou um formulário para que os leitores que discordarem do resultado possam apontar livros que ficaram fora lista. Como em qualquer lista, o resultado pode até ser questionável, mas não menos divertido. Para acessar: http://bit.ly/kwGEvG

120 livros acadêmicos para download gratuito
Cultura Acadêmica é um selo da Fundação Editora da Unesp, que publica livros em primeira edição apenas nos formatos digitais, com a possibilidade de download gratuito. Atualmente são 120 títulos, pautados nos conselhos editorias e comissões científicas e divididos em áreas como matemática, política, psicologia, comunicação, medicina, direito, filosofia, artes e literatura. Para acessar: http://bit.ly/bEpO3N

Toda a obra poética de Vinícius de Moraes para download
A Brasiliana, a biblioteca digital da Universidade de São Paulo, disponibilizou para download gratuito, toda a obra poética de Vinícius de Moraes. Ao todo são 15 livros, compreendendo o período de 1933 a 1975. São eles: “O Caminho para a Distância”, “Forma e Exegese”, “Ariana, a Mulher”, “Novos Poemas”, “5 Elegias”, “Poemas, Sonetos e Baladas”, “Pátria Minha”, “Orfeu da Conceição: Tragédia Carioca”, Livro de Sonetos”, “Receita de Mulher”, “Novos Poemas: II”, “Antologia Poética”, “O Mergulhador”, “Um Signo: Uma Mulher” e “A Casa”. Para acessar: http://bit.ly/9RPdCW

160 livros sobre comunicação para download
O Departamento de Comunicação e Artes da Universidade da Beira, de Portugal, disponibilizou para download legal e gratuito cerca de 160 livros sobre comunicação. Os livros estão disponíveis em formato PDF. Os interessados em obter a versão impressa poderão fazê-lo sob encomenda, com preços acessíveis. A maior parte dos livros são publicações do ano de 2010, 2011 e 2012. Para acessar: http://bit.ly/eI9n2o

20 aplicativos do Facebook para amantes de livros
O site Mediabistro, especializado em publicidade digital e marcas, listou os 20 melhores aplicativos do Facebook para os apaixonados por livros. Por meio dos aplicativos você pode listar preferências, trocar livros em formato Kindle, compartilhar trechos preferidos, fazer listas, ler capítulos inicias de livros que ainda não foram lançados, escrever pequenas resenhas, fazer compras on-line com descontos consideráveis e ficar por dentro do mercado editorial mundial. Se você gosta de livros vale a pena perder algumas horas. Para acessar: http://bit.ly/eJTJt6

900 filmes para download
O site Public Domain Torrents é um projeto permanente que disponibiliza filmes de domínio público para download. Atualmente são 900 filmes divididos em 15 categorias. Faz parte do acervo filmes clássicos como os de Charlie Chaplin na era do cinema mudo e filmes mais recentes, que ainda estão protegidos por direitos autorais, mas que foram cedidos por seus detentores legais para que fossem disponibilizados no site. Para acessar: http://bit.ly/duFxa8

800 filmes de cinco segundos
Gravar, editar e publicar um filme de cinco segundos por dia é a proposta do site 5-Second Films. O projeto foi criado pelo roteirista norte-americano Brian Firenzi e envolve uma equipe de 10 pessoas. As regras são simples: cada filme deve ter dois segundos para os créditos iniciais, cinco segundos dedicados ao filme e um segundo para o “The End”. Os temas vão do humor negro às paródias de clássicos do cinema. Alguns destaques do site, na opinião dos usuários, são: “Bankjob”, “Super-Psyched”, “Magic Show Volunteer”, “Masters of the Viewniverse”, “Coming of Age”, “Last Anchor Standing”, “The Big Creep”, “Robodog”, “Don’t Thinko de Mayo” e “Live Fast”. Para acessar: http://5secondfilms.com

50 mil filmes de curta duração para ver on-line
O Future Shorts é um dos maiores e mais inovadores canais de distribuição de documentários e filmes de curta duração da internet. A proposta é dar espaço às mentes criativas do audiovisual mundial. São mais de 100 mil vídeos disponíveis para assistir on-line. O projeto reúne cineastas e produtores de 20 países. Para acessar: http://bit.ly/BLNSF

Todos os episódios dos Simpsons para download ou para ver on-line
O site Watch the Simpsons disponibiliza, em inglês, todos os episódios de todas as temporadas da série “Os Simpsons”, para assistir on-line ou para download legal. A série, criada pelo cartunista Matt Groening para o canal FOX, é uma paródia satírica ao estilo de vida da classe média. Desde sua estreia, em 1989, o programa já exibiu cerca de 500 episódios. Para acessar: http://www.wtso.net
Os 500 melhores filmes da “Empire”
A revista “Empire” convidou leitores, diretores, atores e críticos para elegerem os 500 melhores filmes de todos os tempos. O resultado não chega a surpreender, mas foge um pouco das últimas listas publicadas pelas grandes revistas especializadas. Para acessar: http://bit.ly/12jU8

25 faroestes clássicos de John Wayne para ver on-line
O site Open Culture, especializado em conteúdo cultural gratuito — aúdio, livros e filmes, disponibilizou 25 faroestes clássicos de John Wayne para assistir on-line. Os filmes abrangem cinco décadas do mítico ator, de 1930 a 1970. Mesmo quase 33 anos após sua morte (morreu de câncer de estômago, em junho de 1979), John Wayne continua sendo um dos maiores e mais celebrados nomes da história do cinema americano. Para acessar: http://bit.ly/grvj0j

Um raríssimo documentário de Joaquim Pedro de Andrade sobre Manuel Bandeira
“O Poeta do Castelo” é um raríssimo registro de Joaquim Pedro de Andrade sobre o cotidiano do poeta Manuel Bandeira. O cineasta acompanha os gestos banais de sua rotina em seu pequeno apartamento no centro do Rio de Janeiro. No final do vídeo, o momento mais tocante, Bandeira sai para a rua e caminha pela avenida Presidente Wilson, no bairro do Castelo, em direção à Academia Brasileira de Letras. Sua voz em off recita “Vou-me Embora para Pasárgada”. No filme, os versos de Manuel Bandeira são lidos pelo próprio poeta. O documentário, que está disponível no YouTube, é objeto de uma disputa judicial entre uma produtora detentora dos direitos do filme e os herdeiros do poeta. Para acessar: http://bit.ly/kN0bAy

500 mil histórias em quadrinhos para download
O The Digital Comic Museum é o maior museu on-line de histórias em quadrinhos do mundo. Preciosidades de 1920 a 1970 estão disponíveis para download. Todas as HQs são de domínio público ou que tiveram seus direitos cedidos para que fossem disponibilizados no site. Embora os números não sejam precisos, estima-se que sejam mais de 500 mil histórias. Para acessar: http://digitalcomicmuseum.com

HQs completas de Robert Crumb
Neste link você encontra para ler on-line as HQs completas, em inglês, do quadrinista e cartunista Robert Crumb. Crumb foi o fundador do movimento underground dos quadrinhos americanos. Em 2007 a empresa de consultoria global Synectics relacionou os 100 gênios vivos. Robert Crumb figura nesta lista. Para acessar: http://bit.ly/96UMjY

O maior acervo de fotografias históricas da internet
Em 2008 a revista “Life”, em parceria com o Google, disponibilizou 30% de seu gigantesco acervo fotográfico na internet. Grande parte dessas fotos nunca foi publicada. É possível encontrar imagens históricas e icônicas divididas em cinco categorias: pessoas, lugares, eventos, esporte e cultura. Atualmente o acervo disponível para consulta tem cerca de quatro milhões de fotos e compreende o período de 1860 a 1970. Para acessar: http://bit.ly/b9p4

As fotografias de Henri Cartier-Bresson
O site Al Fotto disponibilizou, para uso não comercial, um grande acervo do lendário fotógrafo francês Henri Cartier-Bresson, considerado um dos mais importantes fotógrafos do século XX e o mais influente de todos. O pai do fotojornalismo moderno, nasceu em 1908, em Chanteloupe, na França, e morreu em 2004. Sua fotografia foi influenciada pelo húngaro André Kertész. Bresson teve inúmeros discípulos, que também se tornariam lendas da fotografia, entre eles Robert Doisneau, Willy Ronis e Edouard Boubat. Suas fotografias estamparam as revistas mais importantes e famosas do mundo como “Life”, “Vogue” e “Harper's Bazaar”. Foi ele quem fotografou os últimos dias de Ghandi, além de ser autor de uma extensa galeria de fotografias icônicas, entre elas de Pablo Picasso, Braque, Alberto Giacometti, Henri Matisse, Paul Claudel, Paul Valéry, Jean-Paul Sartre, Simone de Beauvoir e Albert Camus. Foi também o primeiro fotógrafo da Europa Ocidental a registrar a vida na União Soviética de maneira livre. O jornalista Truman Capote o descreveu como um homem apaixonado pelo seu ofício: “Ele dançava na calçada como uma libélula inquieta, três grandes Leica penduradas ao pescoço, a quarta colada ao olho, tac-tac-tac, disparando cliques com uma intensa alegria e uma concentração religiosa de todo o seu ser. Nervoso e alegre, dedicado ao seu ofício, Cartier-Bresson é um homem solitário no plano da arte, uma espécie de fanático”. Para acessar: http://bit.ly/iwPeBy
Fotos de Paris com 100 anos de diferença
A Lens Culture é uma revista on-line com enfoque na fotografia contemporânea internacional. O projeto traz um grande acervo com fotógrafos de mais de 100 países. Um dos destaques do site são os registros de Paris do francês Eugene Atget, feitos entre 1900 e 1927. Em 1997 o americano Robert Rauschenberg, um dos papas da pop art, refez os passos de Eugene Atget, clicando os mesmo ângulos e paisagens da Cidade Luz com quase 100 anos de diferença. O resultado impressiona: depois de quase um século, pouca coisa mudou. Para acessar: http://bit.ly/dtRGLq

Uma foto por dia desde 1995
O Astronomy Picture of the Day Archive é o maior acervo de fotografias espaciais da internet. O projeto, mantido pela Nasa e pela Universidade Tecnológica de Michigan, faz um registro diário do Sistema do Solar desde 16 de junho de 1995 até a data atual. São mais de cinco mil imagens arquivadas por data e divididas entre estrelas, galáxias, cometas e planetas. Cada imagem traz uma curta explicação escrita por um astrônomo. Para acessar: http://1.usa.gov/VImt
A foto mais cara do mundo: 3,9 milhões dólares
A fotografia “Untitled #96”, da fotógrafa e diretora de cinema norte-americana Cindy Sherman, foi vendida num leilão da Christie’s, famosa casa de leilões de Nova York, na quarta-feira, 11, por 3,9 milhões dólares. O comprador foi um comerciante de Nova York. Cindy Sherman começou a fotografar em 1977. Fugindo da estética da fotografia tradicional, seu trabalho é comparável ao de alguns artistas famosos como Barbara Kruger, Richard Prince e Jenny Holze. A fotografia, que agora detém o título de a mais cara do mundo, foi feita em 1981 e é um autorretrato da célebre fotógrafa. Para acessar: http://bit.ly/lPqodH

50 mil fotos históricas de 1840 a 2010
O site Historypin é uma espécie de máquina do tempo digital. São cerca de 50 mil fotos de pessoas, cidades e costumes, de 150 países. O site combina o Google Maps e o Street View com fotos históricas, o que torna possível comparar uma determinada rua ou lugar de hoje com imagens do passado. As fotos podem ser pesquisadas por área geográfica, endereço ou ano, que vai de 1840 a 2010. O projeto foi lançado em junho de 2010 pelo We Are What We Do, movimento mundial direcionado a questões sociais e ambientais. O objetivo é criar, colaborativamente, o maior banco de imagens históricas do mundo. Para acessar: http://www.historypin.com/

Os oito maiores fotógrafos da história
O site Alafoto disponibilizou, para uso não comercial, imagens dos oito maiores fotógrafos da história. As fotografias cobrem o período de 1920 a 2010. Fazem parte da galeria “Genialíssimo”, espécie de hall da fama do Alafoto, os fotógrafos norte-americanos Ansel Adams, um dos responsáveis pela aceitação da fotografia como forma de arte; Irving Penn, um dos mais prolíficos fotógrafos de moda do século 20; Dorothea Lange, que entrou para a história ao percorrer, nos anos 1930, 22 Estados do Sul e Oeste dos Estados Unidos, recolhendo imagens que documentam o impacto da Grande Depressão na vida dos camponeses; e Richard Avedon, conhecido como o mestre do retrato e responsável por criar um novo conceito de fotografia de moda. Ainda fazem parte da galeria “Genialíssimo” do Alafoto o alemão, naturalizado australiano, Helmut Newton, famoso por seus estudos de nus femininos; o franco-estadunidense Elliott Erwitt, especializado em fotografia documental e conhecido por suas fotos em preto e branco cheias de ironia e situações absurdas; o francês Henri Cartier-Bresson, considerado o pai do fotojornalismo, e, para muitos, o maior fotógrafo que já existiu; e o germano-americano Horst P. Horst, aluno e amigo de Le Corbusier, reconhecido como o maior fotógrafo de celebridades do mundo na primeira metade do século 20. Para acessar: http://bit.ly/ax5uUR

Preciosidades históricas em sete idiomas
A Biblioteca Digital Mundial disponibiliza na internet, em formato multilíngue e gratuito, tesouros culturais de todo o mundo em um único lugar. O projeto, que tem o apoio da Organização das Nações Unidas, engloba universidades e bibliotecas de 150 países. Fazem parte do acervo manuscritos, mapas, livros raros, partituras, gravações, filmes, gravuras, fotografias e desenhos. Os itens podem ser facilmente pesquisados por lugar, período, tema, tipo de item, ou podem ser localizados por meio de uma pesquisa aberta em sete idiomas. As ferramentas de navegação e descrições de conteúdos são fornecidas em árabe, chinês, inglês, francês, português, russo e espanhol. Para acessar: http://www.wdl.org/pt/

Dom Quixote Interativo
A Biblioteca Nacional da Espanha, por meio do projeto Quixote Interativo, disponibilizou uma versão on-line da primeira edição de “Dom Quixote”, clássico romance de Miguel de Cervantes, escrito entre 1605 e 1615. O projeto traz também conteúdo multimídia, como mapas interativos das andanças do “cavaleiro da triste figura”, músicas e vídeos baseados na obra. Para acessar: http://bit.ly/b0wRdh
Os arquivos de Albert Einstein
O Einstein Archives On-line é o maior acervo documental sobre um dos mais influentes intelectuais da era moderna, o físico e teórico alemão Albert Einstein, que se tornou mundialmente famoso pela formulação da teoria da relatividade. O banco de dados do projeto, que tem curadoria da Jewish National and University Library e Hebrew University of Jerusalem, permite o acesso a mais de 43 documentos das atividades de Einstein, divididos entre manuscritos raros, correspondência pessoal e profissional, cadernos, diários de viagem, notas e digramas. O acervo está disponível em 22 idiomas. Para acessar: http://www.alberteinstein.info/

A biblioteca pessoal de Fernando Pessoa
1.142 livros da biblioteca particular de Fernando Pessoa estão disponíveis na internet para consulta on-line. A digitalização do acervo foi feita pelo Centro de Linguística da Universidade de Lisboa. Os livros de vários gêneros e idiomas, no formato PDF e JPG, trazem dedicatórias, anotações, assinaturas, notas, diagramas e poemas do maior poeta de língua portuguesa da história. Para acessar: http://bit.ly/dnJxA9

A biblioteca pessoal de Cortázar
O Centro Virtual Cervantes, dentro do projeto La Biblioteca del Escritor Argentino, fez um dossiê com parte da biblioteca (composta de mais de quatro mil livros) de Julio Cortázar. São dedicatórias, anotações, rascunhos e objetos pessoais. Uma preciosidade para quem gosta daquele que é considerado um dos autores mais inovadores e originais de seu tempo, comparável a Jorge Luis Borges e Edgar Allan Poe. Para acessar: http://bit.ly/4CvMIy

Os arquivos de Walt Whitman
A Walt Whitman Archive é uma ferramenta de pesquisa e ensino dedicada à vida e à obra de um dos um dos maiores expoentes da poesia norte-americana do século XIX: Walt Whitman. O projeto reúne diários, manuscritos, textos em prosa, cartas, artigos jornalísticos, fotos e áudios raros, além de toda a crítica textual produzida sobre a sua obra. Também foram disponibilizados para download reproduções de seis edições de “Folhas de Relva” — a obra emblemática de Whitman —, incluindo a primeira edição, publicada 1855, e a última publicada em 1891. Quando morreu, em 1892, Walt Whitman havia publicado nove edições distintas de sua obra capital. “Folhas de Relva” influenciou alguns dos principais poetas norte-americanos do século XX, como William Carlos Williams, Ezra Pound, Carl Sandburg e a geração beat. Uma parceria entre a Universidade de Iowa e a Universidade de Nebraska-Lincoln é a mantenedora do projeto. Para acessar: http://bit.ly/qJ3

Tour virtual pela maior biblioteca barroca do mundo
Faça um passeio de 360 graus pela maior biblioteca barroca do mundo: a Biblioteca do Monastério de Strahov, na República Tcheca. A imagem, a maior já registrada em um ambiente interno, foi criada a partir de três mil fotos de alta resolução, totalizando 400 bilhões de pixels. Navegando pela imagem é possível ver detalhes de títulos e texturas de livros antigos e até mesmo as rachaduras e pinceladas da pintura no teto. Para acessar: http://bit.ly/fqpac0

O museu dos museus
O projeto “O Museu dos Museus On-line” traz uma lista de links dos maiores museus virtuais do mundo. A lista é ampla. São mais de 200 museus, que vão desde o Museu do Holocausto, em Jerusalém, até o lendário Museu Bauhaus, em Weimar, na Alemanha. Para acessar: http://bit.ly/33MlZ2

O maior acervo de arte da internet
O Artchive é o maior e mais completo acervo on-line de arte do mundo. São 5 mil reproduções, em alta resolução, divididas entre pinturas, esculturas e fotografias. Os artistas são listados pelo nome, segmento artístico ou movimento a que pertenceram. O projeto inclui tanto obras de domínio público, cerca de 80% do acervo, como obras que ainda estão juridicamente protegidas. No site também é possível comprar cartazes, calendários e camisetas. Para acessar: http://bit.ly/11ztdj

As 20 obras de arte mais caras da história
O Art Encyclopedia 2011 publicou a lista atualizada das 20 obras de arte que alcançaram o maior valor em leilões e vendas privadas da história. Figuram na lista os artistas Peter Paul Rubens, Mark Rothko, Claude Monet, Andy Warhol, Vincent Van Gogh, Jackson Pollock, Willem de Kooning, Paul Cézanne, Pablo Picasso, Jasper Johns, Gustav Klimt e Francis Bacon. A tela mais cara de todos os tempos é “Nº. 5”, de Jackson Pollock, de 1948, vendida em 2006 por 140 milhões de dólares. A segunda tela mais cara é “Woman III”, de Willem de Kooning, de 1953, vendida também em 2006, por 137 milhões de dólares. E a terceira tela da lista é “Portrait of Adele Bloch-Bauer I”, de Gustav Klimt, de 1907, vendida por 135 milhões de dólares. Dois artistas, Van Gogh e Pablo Picasso, são os mais prestigiados do levantamento e aparecem com três telas cada. Não faz parte da lista obras dos grandes mestres da pintura universal como Michelangelo, Raphael, Leonardo, Rembrandt e Vermeer, pertencentes a museus e igrejas e que teriam valor inestimável. Estima-se, por exemplo, que a “Mona Lisa”, de Leonardo da Vinci, pertencente ao Museu do Louvre, valeria entre 700 milhões e 1 bilhão de dólares. A lista compreende apenas obras que foram comercializadas em leilões e vendas privadas. Para acessar: http://bit.ly/1crnx9

Inéditos de Andy Warhol
A Galeria Nacional da Escócia disponibilizou on-line 230 desenhos do pintor e cineasta americano Andy Warhol, um dos fundadores da Pop Art. Os desenhos, alguns raros e inéditos, fazem parte do acervo permanente da galeria e foram feitos entre 1945 e 1987, ano de sua morte. Para acessar: http://bit.ly/DOocl

As pinturas de um artista cego de nascença
Esref Armagan é um pintor turco, cego de nascença, de 53 anos. Suas obras estão espalhadas por museus de toda a Europa. Sua habilidade extraordinária para pintar, usando uma técnica conhecida como perspectiva de três pontos (forma encontrada pelo homem para representar figuras tridimensionais: altura, largura e comprimento em uma superfície plana), considerada dificílima mesmo para pessoas que enxergam, impressiona a toda comunidade médica e científica mundial. Primeiro ele desenha usando uma técnica braile, depois adiciona cores individualmente. Esref, que tem sido comparado ao mestre renascentista Brunelleschi, recentemente foi submetido a experimentos na Universidade de Harvard, em que teve seu cérebro monitorado e descobriu-se que áreas relativas à visão que deveriam estar inativas surpreendentemente não estão quando ele pinta. Neste endereço você poderá conferir algumas de suas pinturas: http://bit.ly/50fkOs

Passeio virtual pelo acervo de 17 museus internacionais
O Google Art Project é uma parceria entre o Google e 17 museus e galerias de nove países. O projeto permite o acesso on-line a 350 salas de exposição com obras de 486 artistas. As instituições participantes são a Uffizi Gallery, de Florença; o Museu de Arte Moderna (MoMA), a Frick Collection e The Metropolitan Museum of Art, de Nova York; o Freer Gallery of Art, Smithsonian, de Washington; a Alte Nationalgalerie e a Gemäldegalerie, de Berlim; a Tate Britain e a National Gallery, de Londres; os museus Reina Sofia e Thyssen-Bornemisza, de Madri; os museus Van Gogh e o Rijksmuseum, de Amsterdã; o Hermitage, de São Petersburgo; o Museu Kampa, de Praga; o Palácio de Versalhes, em Versalhes, e a State Tretyakov Gallery, de Moscou. Ao clicar sobre o museu escolhido, um mapa do museu (Floor Plan) será disponibilizado na barra lateral. Além do tour virtual, cada uma das instituições participantes expõe uma obra famosa que pode ser visualizada em altíssima resolução. Para acessar: http://www.googleartproject.com

10 bons vinhos que custam até 90 reais
A revista “Exame”, na sua versão on-line, pediu à sommelière Alexandra Corvo, uma das maiores especialistas em vinhos no Brasil, que preparasse uma lista com dez rótulos de qualidade com preços inferiores a 100 reais. A lista traz vinhos brancos e tintos, austríacos, gregos, líbios, franceses, uruguaios e espanhóis. Todos podem ser comprados no Brasil, por preços que variam, de R$ 25 a 90 reais. Para acessar: http://bit.ly/ddv9yO

800 minipalestras para ver on-line
Tecnologia, Entretenimento, Design (TED) é uma fundação privada sem fins lucrativos, dos Estados Unidos, destinada à disseminação de ideias. O grupo foi fundado em 1984 e sua ênfase era tecnologia e design, mas com o aumento da popularidade, os temas abordados passaram a ser mais amplos. No link abaixo estão disponíveis cerca 1000 mini palestras em vídeo, legendadas em português, por colaboradores brasileiros. Os temas são os mais variados possíveis, abrangendo quase todos os aspectos da ciência e cultura, além de economia, tecnologia e sustentabilidade. Para acessar: http://bit.ly/3w39BI

Um dia de Beatles na Abbey Road
Em abril de 1969, os Beatles se reuniram para gravar seu último álbum, o lendário “Abbey Road”. A fotografia da capa do álbum se tornou umas das imagens iconográficas mais famosas do mundo. O estúdio Abbey Road, onde foi gravado o álbum, disponibilizou uma webcam ao vivo mostrando o dia-a-dia da famosa rua de Londres, que foi imortalizada pelo quarteto de Liverpool atravessando a faixa. Para acessar: http://bit.ly/DtGpV

10 mil jornais de todo o planeta em um só lugar
Newspaper Map é um serviço web que mostra, através do Google Maps, as primeiras páginas de 10 mil jornais de todo o mundo. Os periódicos podem ser pesquisados por nome, língua, região, cidade, país ou simplesmente clicando sobre sua área geográfica. Ao clicar, aparecerá uma aba com a edição atual do jornal, diário ou semanário, e as línguas disponíveis para a tradução: português, inglês, espanhol, russo, francês, alemão, japonês, árabe e um marcador para outros dialetos. Os leitores também podem sugerir e submeter novos jornais ao projeto. Para acessar: http://newspapermap.com/

70 anos de história do “Jornal do Brasil” digitalizados
Em 2008, o “Jornal do Brasil” realizou uma parceria com o Google que resultou na digitalização integral das edições que circularam entre janeiro de 1930 e dezembro de 1999. São cerca de 25 mil números, cobrindo um período de 69 anos. Fundado em 1891, o jornal teve entre seus colaboradores alguns nomes célebres, entre eles o escritor e diplomata Joaquim Nabuco e o escritor português Eça de Queirós. Em 2010, foi anunciado o fim de sua edição impressa e o JB passou a ser o primeiro jornal 100% digital do país. Para acessar: http://bit.ly/9xGRmd

72 mil fontes para download
Font Park é o maior portal de fontes não-comerciais da internet. O banco de dados atual tem mais de 70 mil fontes catalogadas por ordem alfabética e divididas em 82 categorias, compatíveis com PC, Mac e Linux. Para saber mais informações sobre uma determinada fonte, basta clicar em download e uma página com informações detalhadas será aberta, incluindo todo o mapa de caracteres e um espaço para teste. O serviço é gratuito e sem necessidade cadastro. Para acessar: http://www.fontpark.net

O museu dos jogos antigos
Sabe aquele joguinho que embalou sua infância/adolescência e você nunca mais viu ou jogou? Pois bem, ele pode ser encontrado no site Best Old Games. São mais de 500 jogos, de várias gerações de consoles como Atari, Sega e Nitendinho, arquivados em ordem alfabética e divididos em 10 categorias. Destaque para a série jogos em 8 bits. Para acessar: http://www.bestoldgames.net
Aprenda o básico de vários idiomas
O site da BBC disponibilizou on-line uma espécie de curso de conversação básica em mais de 40 idiomas. Os áudios abordam situações cotidianas como se hospedar, conhecer pessoas, se comportar em eventos, restaurantes, shoppings e se locomover. Também traz dicas relacionadas a negócios e sobre as peculiaridades de cada país da língua pesquisada. As aulas/áudio também estão disponíveis para download. Para acessar: http://bbc.in/19p9tq

Teste os dois lados do cérebro ao mesmo tempo
O Twinoo é um jogo de lógica, com dois cronômetros, onde você precisa responder questões de matemática e, ao mesmo tempo, escolher o resultado de uma combinação de cores. Também há uma versão disponível para iPhone e iPad. Para acessar: http://bit.ly/Or98z

Converta qualquer site em um arquivo PDF
Dificuldades para guardar uma informação encontrada na internet? A solução é simples: acesse o site Pdf My Url e ele converterá qualquer website em um arquivo em PDF. A versão padrão do serviço oferecido pelo site é gratuito, mas o usuário também terá a opção de contratar a versão avançada que permite conversões ilimitadas, arquivamento e agendar os horários em que um determinado PDF deverá ser feito. Para acessar: http://pdfmyurl.com/